???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/125
Tipo do documento: Dissertação
Título: Identidade afrodescendentes em vencidos e degenerados, de Nacimento Moraes
Autor: Araujo, Ana Carusa Pires
Primeiro orientador: Souza, Prof. Dr. Elio Ferreira de
Primeiro membro da banca: Souza, Prof. Dr. Elio Ferreira de
Segundo membro da banca: Costa Filho, Prof. Dr. Alcebíades
Terceiro membro da banca: Santos, Profª. Drª. Silvana Maria Pantoja dos
Resumo: Esta dissertação apresenta um estudo do romance-crônica Vencidos e degenerados, do autor afro-maranhense Nascimento Moraes, publicado em 1915 e considerado um texto de fundamental importância, sobretudo por se tratar, em parte, de um registro testemunhal de episódios relacionados ao dia em que ocorreu a Abolição da escravatura no Brasil. O trabalho tem por objetivo principal o estudo da construção de identidades afrodescendentes a partir da memória e das experiências vivenciadas pelas personagens negras do romance. Aqui, são apresentadas discussões sobre os conceitos de identidade cultural, percorrendo vários caminhos que giram em torno dos conceitos de identidade. Focaliza-se o pertencimento e o autorreconhecimento da literatura afro-brasileira, tendo em vista as vozes, autores, obras e peculiaridades dessa literatura, cuja escrita afirma a identidade do negro. A pesquisa bibliográfica surge com as reflexões vindas dos estudos culturais, da sociologia, da antropologia, da literatura afro-brasileira e da história. Os ecos da Negritude em Nascimento Moraes são marcados pela militância do autor em defesa do negro, através dos escritos jornalísticos, dos episódios no romance, no conto “A preta Benedita” e na crônica “São Luís pitoresca”, sendo essas duas narrativas inseridas no texto por apresentarem aspectos peculiares da Negritude. A investigação permite rememorar o dia da Abolição da escravatura, através da memória e da relação que esta mantém com a identidade, propiciando mapear lugares e entre-lugares da afrodescendência na obra, como também, a denúncia contra o preconceito racial e a reafirmação do papel do negro na sociedade.
Abstract: This dissertation presents a study of the novel-chronicle Vencidos e degenerados, by the Afro-Maranhão author Nascimento Moraes, it was published in 1915 and was considered a text of fundamental importance, mainly because, in part, it is a testimonial record of episodes related to the day when occurred the Abolition of slavery in Brazil. The main objective of this paper is the study of the construction of Afro-descendant identities based on the memory and the experiences of the black characters of the novel. Here, some discussions are presented on the concepts of cultural identity, traversing several paths that revolve around the concepts of identity. It focuses on the belonging and self-recognition of Afro-Brazilian Literature, in view of the voices, authors, works and peculiarities of this Literature, whose the writing affirms the identity of the Afrodescendant. The bibliographical research emerges with the reflections coming from Cultural Studies, Sociology, Anthropology, Afro-Brazilian Literature and History. The echoes of Blackness in Nascimento Moraes are marked by the militancy of the author in defense of the black people, through the journalistic writings, the episodes in the novel, in the story “A preta Benedita” and in the chronicle “São Luís pitoresca”, these two narratives have been inserted in the text because they present peculiar aspects of Blackness. The investigation allows us to recall the day of the Abolition of slavery, through memory and the relation that it maintains with the identity, propitiating to map places, between-places and nonplaces of Afrodescendence in the work, as well as the denunciation against racial prejudice and the reaffirmation of the black people‟s role in society.
Palavras-chave: Identidade cultural
Literatura afro-brasileira
Negritude
Memória
Vencidos e degenerados
Identity
Afro-Brazilian
Blackness
Memory
Vencidos e degenerados
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: Araujo, Ana Carusa Pires. Identidade afrodescendentes em vencidos e degenerados, de Nascimento Moraes. 2017.119 f. Dissertação (Programa Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/125
Data de defesa: 14-Jun-2017
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA CARUSA PIRES ARAUJO.pdfTexto Completo810,38 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons