???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/135
Tipo do documento: Dissertação
Título: Identidade e resistência na escrita de Noèmia de Sousa
Autor: Lira, Lília Maria Santiago de
Primeiro orientador: Mendes, Prof. Drª Algemira de Macêdo
Primeiro membro da banca: Mendes, Profª. Drª. Algemira de Macedo
Segundo membro da banca: Lopes, Profª. Drª. Maria Suely de Oliveira
Terceiro membro da banca: Barbosa, Profª. Drª. Maria do Socorro Baptista
Resumo: Este trabalho tem como objetivo o estudo da obra Sangue Negro, de autoria da precursora da literatura feminina moçambicana, Noèmia de Sousa, dando ênfase aos elementos identitários de resistência e de liberdade contidos em seus poemas. As principais questões de pesquisa voltaram-se para o contexto social em que Noèmia de Sousa se fez poetisa, aprofundando-se nas configurações políticas e literárias moçambicanas, que se apresentaram entre os anos de 1949 e 1951, período pré-independência, e como esse momento influenciou a escolha das temáticas trabalhadas pela autora, entre elas a África, Moçambique, o povo, a mulher e a relação desses temas com uma identidade moçambicana e com a resistência ao colonialismo europeu. Outro elemento analisado nesse estudo em relação à produção de Noèmia de Sousa foram as revelações do eu lírico feminino em suas poesias, entre elas “Se me queres conhecer” e “Moças das Docas”. O referencial teórico baseou-se nos seguintes estudiosos: Gayatri Spivak (2010), Simone de Beauvoir (2000); Du Bois (1999), Gilroy (2001), Fanon (2008), Scott (2011), Glissant (2005); Bourdieau (1977); Stuart Hall (2006) Bhabha (1998),e Edward Said (2005). Os escritos poéticos de Noèmia de Sousa representaram uma imagem de um povo castigado pelo imperialismo escravocrata, mas cheio de esperanças em relação a uma liberdade plena.
Abstract: This work aimed to study the work Sangue negro from the precursor of Mozambican literature, Noémia de Sousa, emphasizing to identity, resistance and freedom elements in her poems. The main research questions, they displayed to the social context in which Noèmia de Sousa became a poet, deepening her understanding of Mozambican political and literary policies in the years 1949 and 1951, the pre-independence period and how that moment influenced in her choices about the themes topics, among them Africa, Mozambique, the people and the woman, and the relationship between themes with a Mozambican identity and resistance to European colonialism. Another element analyzed in the study in relation to the production of Noémia de Sousa was her revelations of the female lyrical self in her poetry, among them "Se me queres conhecer" and "Moças das Docas". The theoretical referential was based on the following scholars: Gayatri Spivak (2010), Simone de Beauvoir (2000); Du Bois (1999), Gilroy (2001), Fanon (2008), Scott (2011), Glissant (2005); Bourdieau (1977); Stuart Hall (2006) Bhabha (1998), and Edward Said (2005).The poetic writings by Noèmia de Sousa represent an image of a village punished by slaving imperialism, but full of hopes for freedom completely.
Palavras-chave: Literatura africana - moçambicana
Noèmia de Sousa
Formação de literatura
African litereature
Noèmia de Sousa
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: Lira, Lília Maria Santiago de. Identidade e resistência na escrita de Noèmia de Sousa. 2017. 79 f. Dissertação ( Programa Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/135
Data de defesa: 29-Aug-2017
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LÍLIA MARIA SANTIAGO DE LIRA.pdfTexto completo981,12 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons