???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/29
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tempo, memória e ditadura militar: vozes da geração pós-AI-5 em O fantasma de Luís Buñuel
Título(s) alternativo(s): Time, memory and military dictatorship: voices of post-AI-5 generation in the ghost of Luis Buñuel
Autor: Almeida, Lucélia de Sousa
Primeiro orientador: Fernandes, Fabrício Flores
Resumo: Neste trabalho analisam-se os aspectos do tempo, da memória e do contexto histórico-social do período da Ditadura e pós-Ditadura Militar na obra O fantasma de Luis Buñuel, de Maria José Silveira. O romance tematiza a violência sofrida por diversos sujeitos durante o período da Ditadura Militar no Brasil, bem como suas consequências. A pesquisa busca compreender como marcas traumáticas das ações do período de Ditadura civil-militar são representadas na coletividade figurada na obra (geração após o Ato Institucional nº 5) e estudar de que maneira o contexto sócio-histórico do romance é inserido como elemento na unidade significativa, da composição estético-literária da narrativa. Nesse aspecto, pauta-se nas ideias de Georg Lukács (2000) em relação ao surgimento do romance moderno; e de Bakhtin (2010a; 2010b) e Candido (2006a; 2006b; 2011;), na análise dos elementos externos da sociedade que entram na composição do romance. Além disso, buscam-se evidenciar os fatores internos da composição da ficção, tais como o autor, a posição do narrador, o tempo e o espaço como elementos significativos na construção do romance. Para a fundamentação das hipóteses sobre esses tópicos, tornam-se fundamentais as postulações de Bakhtin, Adorno (2003) e Friedman (2002), cujos trabalhos orientam uma investigação desses elementos na construção ficcional. Em relação à representação da memória, identifica-se na obra um duplo movimento: as recordações individuais são construída sem contraponto às coletivas. Nesse sentido, as reflexões de Maurice Halbwachs (1990), Izquierdo (2002), Pollak (1992) e Ricoeur (2007) são mobilizadas para a discussão.
Abstract: In this work, we analyze aspects of time, memory and historical-social context during and after military dictatorship in the text Luis Buñuel’s ghost, by Maria José Silveira. The novel deals with violence suffered by diverse subjects during Military Dictatorship in Brazil, as well as with its consequences. The research tries to understand how traumatic marks derived from actions from the civil-military dictatorship are represented in the collectivity presented in the text (post Number 5 Institutional Act generation) and to study the way in which the novel social-historical context is inserted as an element in the meaningful unit of the narrative aesthetic-literary composition. In this aspect, this research is based on the ideas of Georg Lukács (2000) in which concerns the modern novel appearance; and of Bakhtin (2010a; 2010b) and Candido (2006a; 2006b; 2011 ;), in the analysis of society external elements that are part of the novel composition. Besides, we seek to highlight the internal factors of fiction composition, such as author, narrator‟s position, time and space as meaningful elements in the novel construction. For the hypothesis foundation on those topics it is fundamental to deal with the postulations of Bakhtin, Adorno (2003) and Friedman (2002), whose works guide an investigation of such elements in the fictional construction. In which concerns representation, it is possible to identify in the text a double movement: the individual memories are built contrasting the collective ones .In such a sense, reflections of Maurice Halbwachs (1990), Izquierdo (2002), Pollak (1992) and Ricoeur (2007) are also used for thee discussion.
Palavras-chave: Tempo
Memória
Ditadura Militar
O Fantasma de Luis Buñuel
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa de Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: ALMEIDA, Lucélia de Sousa. Tempo, memória e ditadura militar: vozes da geração pós-AI-5 em O fantasma de Luís Buñuel. 2015. 91 f. Dissertação (Programa de Mestrado Acadêmico em Letras - PROLETRAS) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/29
Data de defesa: 28-Aug-2015
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação CompletaTexto completo2,16 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons