???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/43
Tipo do documento: Dissertação
Título: Representações femininas nos contos de fadas de Marina Colasanti
Título(s) alternativo(s): Female representations in the fairy tales of Marina Colasanti
Autor: Soares, Lívia Maria Rosa
Primeiro orientador: Carvalho, Diógenes Buenos Aires de
Resumo: Esta dissertação investiga as representações de gênero nos contos de fadas de Marina Colasanti a partir de duas perspectivas: o diálogo com as narrativas clássicas, reunidas da tradição popular a partir do século XVII, e os novos discursos sociais que influenciam as produções literárias na modernidade. O corpus selecionado compreende os contos “Sem asas, porém”, “Um cantar de mar e vento”, “A mulher ramada”, “A moça tecelã”, “Além do bastidor” e “Com sua voz de mulher”, por apresentarem personagens que (re)constroem e (re)dimensionam a representação da mulher, pois agem de forma atuante frente às conflituosas relações de afeto com o oponente masculino, geralmente o pai, o companheiro ou até mesmo toda a sociedade. A partir da linguagem simbólica proposta nessas obras, as narrativas infantojuvenis contemporâneas de Colasanti reinventam mitos que indicam a assimilação/transformação do passado, ao mesmo tempo em que põem às claras desequilíbrios presentes no contexto histórico, político e social de várias épocas. Esses novos paradigmas permitem ao leitor iniciante uma postura crítica e questionadora, uma vez que mais do que decodificar o código escrito, a produção de Colasanti incentiva a exploração dos sentidos do texto por meio da relação entre os elementos que compõem as narrativas maravilhosas e a realidade, possibilitando às crianças e jovens um aprendizado que as situações do mundo real não oferecem. Como fundamentação teórica deste estudo, apresenta os pressupostos de Arroyo (2010), Coelho (1991, 2003, 2010), Lajolo e Zilberman (2005), Sônia Salomão Khéde (1986), Peter Hunt (2010) e Vladimir Propp (1985, 2010), pois cotejam importantes análises sobre as caraterísticas peculiares da literatura infantil e juvenil de várias épocas. Também destacamos as considerações de Lúcia Zolin (2003, 2006), Constância Lima Duarte (2005), Cecil Zinani (2006, 2010), Lúcia Castello Branco (1991) entre outros para esclarecer as peculiaridades da escrita feminina e sua inserção na historiografia literária brasileira.
Abstract: This dissertation investigates the representations of gender in fairy tales Marina Colasanti from two perspectives: the dialogue with the classical narratives, gathered the folk tradition from the seventeenth century and the new social discourses that influence literary productions in modernity. The selected corpus comprises tales "Without wings, however," "A singing sea and wind", "The ramada woman", "the weaver girl", "Beyond the Rack" and "With her voice of a woman", by presenting characters who (re) construct and (re) scale the representation of women as active act in the face of conflicting relationships form of affection with male opponent, usually the father, partner or even the whole society. From the symbolic language proposed in these works, contemporary children and young people narratives, Colasanti reinvent myths indicate that the assimilation / transformation of the past, while putting the clear imbalances present in the historical, political and social context of several ages. These new paradigms allow the beginner reader a critical and questioning attitude, since more than decode the written code, Colasanti’s production encourages exploration of the meanings of the text through the relationship between the elements that make up the wonderful narratives and reality enabling children and young people learning that the real-world situations do not offer. As theoretical basis of this study, we present the assumptions Arroyo (2010), Rabbit (1991, 2003, 2010), Lajolo and Zilberman (2005), Sonia Khéde Solomon (1986), Peter Hunt (2010) Vladimir Propp (1985, 2010) that point to important analyzes of the peculiar characteristics of the child and youth literature from various eras. Also we will highlight considerations Lucia Zolin (2003, 2006), Constancia Lima Duarte (2005), Cecil Zinani (2006, 2010), Lucia Castello Branco (1991) among others, which account for the peculiarities of women's writing and its place in the historiography Brazilian literary.
Palavras-chave: Representação Feminina
Contos de Fadas
Modernidade
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa de Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: SOARES, Lívia Maria Rosa. Representações femininas nos contos de fadas de Marina Colasanti. 2014. 114 f. Dissertação (Programa de Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/43
Data de defesa: 25-Nov-2014
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação CompletaTexto completo998,39 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons