???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/58
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mímesis em Malhadinha, José Expedito Rêgo: representação irônica de um sistema social em decadência
Título(s) alternativo(s): Mimesis at Malhadinha Jose Expedito Rêgo: ionic representation of a social system in decay
Autor: Barros, Elimar Barbosa de
Primeiro orientador: Torres, José Wanderson Lima
Resumo: Esta pesquisa propõe uma análise do romance Malhadinha (1990), de José Expedito Rêgo, a partir da teoria mimética reelaborada por Luiz Costa Lima. Prioriza-se, neste empenho, as reflexões sobre mímesis da representação, para demonstrar como o romance apropria-se de um universo grandioso de semelhanças, em face de seu referente externo, sem deixar, por isso, de imprimir o vetor diferença fundamental na mímesis enquanto fenômeno artístico. A hipótese levantada é a de que a diferença assinalada pela obra está ligada à temática central que, a partir da mímesis, constitui-se como representação irônica de um sistema social em decadência. Nessa perspectiva, este trabalho, além de um capítulo introdutório, desenvolve-se mediante discussões propostas em três eixos principais: um primeiro capítulo basicamente teórico sobre concepções de mímesis, desde a noção clássica de imitatio até sua compreensão como um jogo de semelhanças e diferenças; e dois capítulos analíticos nos quais se investiga a obra à luz da teoria abordada no momento anterior da pesquisa, dialogando com outros postulados teóricos que contribuem para o esclarecimento da hipótese. Assim, no segundo capítulo discute-se a representação do patriarcalismo no romance Malhadinha; e no terceiro, investigam-se, pelo diálogo entre ironia e mímesis, traços de decadência presentes no romance em análise e identificáveis nas descrições, bem como no entrecruzamento de vozes pelo discurso do narrador e das personagens. Para alcançar os objetivos propostos, este estudo tem como ancoragem teórica fundamental a concepção de mímesis revitalizada por Costa Lima (2003, 2014); e fundamenta-se também nas contribuições, dentre outras, de Bakhtin (2010, 2015) e Friedman (2002) sobre aspectos do romance; de Bourdieu (2014) e Saffioti (2004) acerca do patriarcalismo; e de Brait (2008) sobre ironia. Como resultado dessa investigação, conclui-se que o romance Malhadinha, articulando semelhança com diferença, ou seja, transformando o material histórico em ficção, desponta como produto artisticamente mimético que empresta ao mundo um jeito diferente de olhar para um momento histórico do passado, a partir do horizonte de semelhanças do presente.
Abstract: This study proposes an analysis about the romance Malhadinha (1990), by José Expedito Rego, based on the mimetic theory reworked by Luiz Costa Lima. It prioritizes, in this commitment the reflections on the mimesis representation _, to demonstrate how the romance appropriates a grandiose universe of similarities in the face of its external referent without leaving thus printing the vector fundamental difference in mimesis as an artistic phenomenon. The hypothesis is that the difference marked by the work is linked to the central theme that starting from mimesis, is constituted as ironic representation of a social system in decay. From this perspective, this work, in addition to an introductory chapter, is developed through discussions proposed on three main pillars: a first basically theoretical chapter about mimesis concepts from the classical notion of imitatio to his understanding as a game of similarities and differences; and two analytical chapters in which its investigates the work in the light of the theory discussed in the previous moment of research, dialoguing with other theoretical postulates that contribute to clarifying the case. Thus, in the second chapter we discuss the representation of patriarchy in Romance Malhadinha; and third, we investigate by dialogue between irony and mimesis, decay traits present in the romance in question and identifiable on the descriptions as well as the interchange of voices by the narrator's speech and characters. To reach the proposed objectives, this study has the fundamental theoretical anchoring in the concept of mimesis revitalized by Costa Lima (2003, 2014); and also based on the contributions, among others, Bakhtin (2010, 2015) and Friedman (2002) on aspects about the romance; Bourdieu (2014) and Saffioti (2004) about the patriarchy; and Brait (2008) on irony. As a result of this investigation, it is concluded the romance Malhadinha, articulating resemblance with difference, in other words , turning the historical material in fiction, emerging as artistically mimetic product that lends the world a different way of looking at a historic moment of the past, from the similarities of this horizon.
Palavras-chave: Malhadinha
Expedito Rêgo
Mímesis
Ironia
Decadência
Malhadinha
Expedito Rêgo
Mímesis
Irony
Decay
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa de Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: Barros, Elimar Barbosa de. Mímesis em Malhadinha, José Expedito Rêgo: representação irônica de um sistema social em decadência. 2016. 169 f. Dissertação (Programa de Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/58
Data de defesa: 28-Mar-2016
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MÍMESIS EM MALHADINHA, DE JOSÉ EXPEDITO RÊGO.pdfTexto completo1,66 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons