???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/108
Tipo do documento: Monografia
Título: Estudo fonético e fonológico do discurso conectado dos cantores melódicos de Heavy Metal
Título(s) alternativo(s): Phonetic and phonological study of the connected discourse of melodic Heavy Metal singers
Autor: Sousa, João Taygra de Almeida
Primeiro orientador: Oliveira, Francisca Maria da Conceição de
Resumo: Heavy Metal é um gênero musical conhecido no mundo todo, mas que ainda sofre bastante preconceito, principalmente contra os cantores, que são estereotipados como vocalistas sem técnicas na produção do canto. Na busca pela quebra dessa barreira, o presente trabalho analisa, pelo viés fonético e fonológico, o discurso conectado produzido por esses vocalistas, tendo como base cantores melódicos do gênero. O foco do estudo abordou os quatro aspectos do discurso sem pausa, que são Rhythm, Elision, Assimilation e Linking, durante as construções de junturas no discurso cantado. A metodologia utilizada nesse trabalho se deu por meio de uma pesquisa de estudo de caso, do tipo Qualitativa e documental, onde foram analisados extratos das músicas (letras escritas, áudios e transcrições fonéticas) de cinco cantores de diferentes nacionalidades. Os cantores escolhidos e trabalhos foram: o brasileiro Edu Falaschi no Angra; o britânico Bruce Dickinson no Iron Maiden; a holandesa Simone Simons no Epica; o alemão Michael Kiske no Unisonic; e o finlandês Timo Kotipelto no Cain’s Offering. A pesquisa teve como base teórica Roach (2000), Silva (2011) e Shockey (2003), estes, teóricos da fonética e fonologia. Ao fim da pesquisa, constatou-se a utilização dessas e de outras técnicas fonéticas e fonológicas pelos cantores melódicos de Heavy Metal.
Abstract: Heavy metal is a musical genre known around the world, but it still suffers a lot of prejudice, mainly against the singers, who are stereotyped as vocalists without singing technics. Searching for a solution to this situation, by phonetics and phonology, this paper analyzes the connected speech produced by these vocalists, who are melodic singers of the genre. The study focus on the four aspects of connected speech, which are Rhythm, Elision, Assimilation and Linking, during the juncture built in the singing discourse. The methodology used in this paper was applied through a research which was case study, Qualitative and documental type, where extracts of the songs were analyzed (written lyrics, audios and phonetics transcriptions) of five singers from different nationalities. The singers and works chosen were: the Brazilian Edu Falaschi from Angra; the British Bruce Dickinson from Iron Maiden; the Dutch Simone Simons from Epica; the German Michael Kiske from Unisonic; and the Finnish Timo Kotipelto from Cain’s Offering. This research was based theoretically on Roach (2000), Silva (2011) e Shockey (2003), theorists of phonetics and phonology. At the end of the research, it was proved the use of those phonetic and phonological techniques by the melodic singers of Heavy Metal.
Palavras-chave: Heavy Metal
Fonética e Fonologia
Discurso Conectado
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Citação: SOUSA, João Taygra de Almeida. Estudo fonético e fonológico do discurso conectado dos cantores melódicos de Heavy Metal. 2016. 154 p. Monografia (graduação) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/108
Data de defesa: 5-Dec-2016
Appears in Collections:Letras Inglês

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficha Catalográfica54,93 kBAdobe PDFDownload/Open Preview
Dissertação Completa1,32 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.