???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/307
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação farmacológica da Ayahuasca em modelos animais de memória e adicção à morfina
Autor: Feitosa, Patrícia Raquel Machado
Primeiro orientador: Amaral, Fabrício Pires de Moura do
Primeiro coorientador: Amaral, Maurício Pires de Moura do
Resumo: Ayahuasca, bebida psicodélica proveniente da decocção da Banisteriopsis caapi Linnaeus, 1759, e Psycotria viridis Spruce, 1849, cuja sinergia tem a ação das β – carbolinas inibidoras da monoamina oxidase (MAO) e o N,N– dimetiltriptamina (DMT) agonista da serotonina, com efeito antiadicto a morfina. Objetivou ao presente estudo analisar o potencial farmacológico e toxicológico da ayahuasca em modelos de memória e adicção à morfina, visando o desenvolvimento de um fitoterápico. Inicialmente, realizou-se a liofilização, em seguida, permitiu-se validar uma metodologia para identificação dos componentes de interesse na amostra por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Foram administrados os tratamentos aos grupos de camundongos Swiss, segundo testes de genotoxicidade, depois a avaliação da preferência condicionada por lugar (PCL), e os testes toxicológicos, o agudo para a dose única, segundo a DL50 e subcrônico, com análise bioquímica (OECD-423/2001). Os resultados obtidos no método cromatográfico propuseram a retenção dos picos contíguos para tempo e comprimento de onda específica aos compostos. Os dados obtidos com análise de variância (ANOVA) não induziram dano à significância de 5% para o teste de Tukey, conferindo o extrato não ser genotóxico, no entanto mutagênico para a frequência de micronúcleos. A preferência condicionada por lugar não induziu condicionamento ao pareamento e confirmou efeito antiadicto à morfina. Não foram observados sinais de toxicidade aos testes agudo e subcrônico, ocorrendo níveis adequados no hemograma, com redução significativa de triglicerídeos. Diante da abrangência e correlações dos testes, implica que o fitoterápico pode ser seguro.
Abstract: Ayahuasca is a psychedelic beverage obtained from the decoction of Banisteriopsis caapi Linnaeus, 1759, and Psycotria viridis Spruce, 1849, whose synergy has the action of β - carbolines inhibiting monoamine oxidase (MAO) and N,N-dimethyltryptamine (DMT) serotonin agonist, withanti-addict effect on morphine. The objective of this study was to analyze the potential pharmacological and toxicological aspects of ayahuasca in memory and addiction to morphine, aiming at the development of a herbal medicine. Initially, lyophilization was performed, then it was allowed to validate amethodology for identifying the components of interest in the sampleby high performance liquid chromatography (HPLC). Groups of Swiss mice were treated with genotoxicity, followed by assessment of conditioned place preference (CPP) and toxicological tests, acute for single dose test, according to the LD50 and subchronic, with biochemical analysis (OECD-423/2001). The results obtained in the chromatographic method proposed the retention of the contiguous peaks for the compound’s specific time and wavelength. The data obtained with analysis of variance (ANOVA) did not induce damage to significance of 5% for the Tukey test, making the extract not genotoxic, however it is mutagenic for the frequency of micronuclei. The conditioned place preference test did not induce conditioning to thepairing and confirmed an anti-addict effect to morphine. There were no observed signs of toxicity to acute and subchronic tests, with adequate blood count levels, and a significant reduction in triglycerides. Given the scope and correlations of the tests, it implies that the herbal medicinecan be safe.
Palavras-chave: Ayahuasca
Psicodélico
DNA
Genotoxicidade
Toxicidade
Área(s) do CNPq: QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Departamento: Centro de Ciências da Natureza
Programa: Programa de Pós-Graduação em Química
Citação: FEITOSA, Patrícia Raquel Machado. Avaliação farmacológica da Ayahuasca em modelos animais de memória e adicção à morfina. 2020. 125 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Química) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/307
Data de defesa: 11-Nov-2020
Appears in Collections:Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2,67 MBAdobe PDFDownload/Open Preview
Termo de Publicação.pdf745,72 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.