???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/369
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo fitoquímico, avaliação da atividade antioxidante e citogenotóxica dos extratos etanólicos e das frações das cascas e folhas de combretum leprosum
Autor: Sousa, Herbert Gonzaga
Primeiro orientador: Cavalcanti, Suzana Maria Galvão
Primeiro coorientador: Uchôa, Valdiléia Teixera
Primeiro membro da banca: Cavalcanti, Suzana Maria Galvão
Segundo membro da banca: Almeida, Pedro Marcos
Terceiro membro da banca: Chaves, Mariana Helena
Quarto membro da banca: Costa Junior, Joaquim Soares da
Resumo: O Combretum leprosum é um arbusto pertencente à família Combretaceae, conhecido como mofumbo. O objetivo deste trabalho foi investigar classes de compostos por estudo químico qualitativo e quantitativo dos extratos etanólicos e das frações de AcOEt das cascas e folhas, investigar a atividade antioxidante "in vitro" pelo método químico (DPPH, ABTS, fenólico e flavonoides totais) e avaliar a citogenotóxidade por método biológico (Teste de Allium cepa e micronúcleo em sangue periférico). O perfil cromatográfico do extrato etanólico das folhas e cascas do C. leprosum, identificação e quantificação da substância, foram obtidos através da análise por cromatografia líquida ultra-rápida (UFLC), acoplada a um detector UV. Foi possível identificar e quantificar os flavonoides epi-catequina no extrato etanólico das cascas com cerca de 0,065 mg de epi-catequina/g de extrato e rutina nos extratos etanólico das folhas com cerca de 3,33 mg/g de extrato. As frações de acetato de etila da casca e da folha apresentaram maiores teores fenólicos (411,40 ± 15,38 e 225,49 ± 9,47 GAE/g), enquanto fração acetato de etila das folhas e fração hexânica da casca (238,91 ± 1,73 e 124,28 ± 56 mg de rutina/g amostra) apresentou maior teor de flavonoides. Os valores de IC50 foram calculados e os resultados indicam que as frações de acetato de etila da folha e intermediário (hexano) da casca têm inibição de alta atividade do radical livre DPPH (40 ± 0,56 e 28,5 ± 0,60 μg / mL), enquanto a fração hidrometanólica da folha e o intermediário casca (hexano) apresenta inibição dos radicais livres ABTS (81 ± 1,4 e 27,5 ± 0,90 μg/mL). Para análises de citogenotoxicidade (Allium cepa e Micronúcleos em sangue periférico), nenhuma das concentrações testadas de extratos etanólicos das folhas e da casca mostraram significativo potencial citotóxico, genotóxico e mutagênico.
Abstract: The Combretum leprosum is a shrub belonging to the family Combretaceae, known as mofumbo. The objective of this work was to investigate the chemical classes (DPPH, ABTS, phenolic content and total flavonoids) and qualitative and quantitative chemical studies of the extracts of the bark and leaves, to establish the antioxidant activity "in vitro" and to evaluate the cytotoxicity by biological method (Test of Allium cepa and Micronucleus in peripheral blood). The chromatographic profile of the ethanol extract from C. leprosum leaves and bark, identification and quantification of the substance were obtained by ultra-fast liquid chromatography (UFLC) analysis, coupled to a UV detector. It was to identify and quantify flavonoids epi-catechin in bark extract with about 0.065 mg epi-catechin / g extract and rutin in ethanolic extracts of C. leprosum leaves with about 3.33 mg / g extract.The evaluation of total phenolics of the samples by the Folin-Ciocalteu method showed that the ethyl acetate fraction of bark and leaf had higher phenolic contents (411.40 ± 15.38 and 225.49 ± 9.47 GAE / g), while the ethyl acetate fraction leaves and the hexanic fraction of the bark (238.91 ± 1.73 and 124.28 ± 56 mg of Rutin / g sample) presented higher flavonoid content. IC50 values were calculated and the results indicate that the fractions of ethyl acetate of the leaf and intermediate (hexane) of the shell have high activity inhibition of free radical DPPH (40 ± 0,56 and 28,5 ± 0,60 μg/mL), whereas the hydromethanol fraction of the leaf and the bark intermediate (hexane) has inhibition of ABTS free radicals (81 ± 1,4 and 27,5 ± 0,90 μg / mL).For citogenotoxicity analysis (Allium cepa and micronuclei in peripheral blood) none of the tested concentrations of ethanol extracts from leaves and bark showed significant cytotoxic, genotoxic and mutagenic potential.
Palavras-chave: Antioxidante
Mofumbo
Citogenotoxicidade
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Departamento: Centro de Ciências da Natureza
Programa: Programa de Pós-Graduação em Química
Citação: SOUSA, Herbert Gonzaga. Estudo fitoquímico, avaliação da atividade antioxidante e citogenotóxica dos extratos etanólicos e das frações das cascas e folhas de combretum leprosum. 2018. 94f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Química) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/369
Data de defesa: 14-Sep-2018
Appears in Collections:Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Completa.pdfTexto Completo2,37 MBAdobe PDFDownload/Open Preview
Ficha Catalográfica.pdf34,69 kBAdobe PDFDownload/Open Preview
Termo de Publicação.pdf1,6 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.