???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/267
Tipo do documento: Dissertação
Título: Esse cabelo, de Djaimilia Pereira de Almeida: uma narrativa da diáspora em diálogo com o feminismo negro
Autor: Araújo, Shaianna da Costa
Primeiro orientador: Mendes, Algemira de Macêdo
Resumo: A obra literária Esse Cabelo, da escritora luso-angolana Djaimilia Pereira de Almeida, aborda temas que se encontram no cerne dos interesses dos estudos culturais contemporâneos. A ex- periência da narradora-protagonista, Mila, evidencia os caracteres do processo de fragmenta- ção de identidades, no contexto do mundo globalizado e pós-colonial. Um dos principais ve- tores da narrativa é a dinâmica geopolítica que se estabelece entre Portugal e Angola, antiga metrópole e ex-colônia, respectivamente. Nascida em Luanda, Mila se muda para Lisboa ain- da na primeira infância, seguindo os fluxos da terceira diáspora africana, desencadeada duran- te os processos de libertação das colônias. Os cinco países ocupados por Portugal – Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Guiné-Bissau – estiveram entre os últimos a obter a independência, já na década de 1970. Como elemento constituinte da cadeia históri- ca, Mila é um sujeito diaspórico e migrante, que questiona os estereótipos nacionais e procura construir e ressignificar sua identidade, a partir do marcador mais aparente de sua diferença simbolicamente construída: o cabelo crespo. Nesta pesquisa, analisamos as pontes que se for- mam entre o fato literário e o campo epistemológico dos estudos culturais, discutindo os con- ceitos de identidade e diferença, com o apoio de autores como Hall (2003; 2019), Bauman (2005) e Mbembe (2018). Também é estabelecido um diálogo com o pensamento feminista negro, ao situarmos Esse Cabelo como exemplar da escritura empreendida por mulheres ne- gras em busca de autodefinição e autoavaliação. Partindo do esquema proposto por Collins (2016), demonstramos que a obra literária em análise trata dos temas-chave que impulsionam a teoria, a exemplo da natureza interligada da opressão experenciada pelas mulheres racializa- das. Davis (2016; 2017), hooks (2014; 2019a; 2019b; 2019c) e outras autoras nos fornecem instrumentos para identificar a posição marginalizada de Mila, mas também para compreender a margem como espaço de possibilidade, potência e transformação. Sempre estabelecendo re- lações dialógicas entre a fundamentação teórica e a obra estudada, propusemos reflexões acer- ca dos sentidos atribuídos aos cabelos crespos ao longo da história, discorrendo sobre os para- digmas estéticos associados a essa textura capilar e as experiências vividas por mulheres raci- alizadas. Identificamos o cabelo crespo como signo socialmente construído, para além do mero fato biológico, concluindo que corpo e cabelo são símbolos de identidade, bem como manifestações estéticas e políticas. Verificamos que a relação com o cabelo se apresenta como matéria da escrevivência, termo cunhado por Evaristo (2020) para designar a escritura das mulheres negras no contexto da diáspora, e abordamos a existência de intertextualidades entre Esse Cabelo e outras obras literárias, inclusive afro-brasileiras.
Abstract: The literary work That Hair, by the Portuguese-Angolan writer Djaimilia Pereira de Almeida, addresses themes that are at the heart of the interests of contemporary cultural studies. The experience of the narrator-protagonist, Mila, evidences the characters of the process of fragmentation of identities, in the context of the globalized and postcolonial world. One of the main vectors of the narrative is the geopolitical dynamics that are established between Portugal and Angola, former metropolis and former colony, respectively. Born in Luanda, Mila moves to Lisbon in early childhood, following the flows of the third African diaspora, triggered during the liberation processes of the colonies. The five countries occupied by Portugal – Angola, Mozambique, São Tomé and Príncipe, Cape Verde, and Guinea-Bissau – were among the last to obtain independence as early as the 1970s. As a constituent element of the historical chain, Mila is a diasporic and migrant subject, who questions national stereotypes and seeks to build and resignify her identity, from the most apparent marker of her symbolically constructed difference: curly hair. In this research, we analyze the bridges that are formed between the literary fact and the epistemological field of cultural studies, discussing the concepts of identity and difference, with the support of authors such as Hall (2003; 2019), Bauman (2005) e Mbembe (2018). A dialogue with black feminist thought is also established, by situating That Hair as an example of the scripture undertaken by black women in search of self-definition and self-assessment. Starting from the scheme proposed by Collins (2016), we demonstrate that the literary work under analysis deals with the key themes that drive theory, such as the interconnected nature of oppression racialized women. Davis (2016; 2017), hooks (2014; 2019a; 2019b; 2019c) and other authors provide us with tools to identify Mila's marginalized position, but also to understand the margin as a space for possibility, power, and transformation. Always establishing dialogical relationships between the theoretical foundation and the work studied, we proposed reflections about the meanings attributed to curly hair throughout history, discussing the aesthetic paradigms associated with this capillary texture and the experiences lived by racialized women. We identified curly hair as a socially constructed sign, in addition to the mere biological fact, concluding that body and hair are symbols of identity, as well as aesthetic and political manifestations. We verified that the relationship with the hair is presented as a matter of writing, a term coined by Evaristo (2020) to designate the scripture of black women in the context of the diaspora, and we approach the existence of intertextualities between That Hair and other literary works, including Afro-Brazilian.
Palavras-chave: Literatura angolana
Diáspora africana
Feminismo negro
Estudos culturais
Cabelo crespo
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: ARAÚJO, Shaianna da Costa. Esse cabelo, de Djaimilia Pereira de Almeida: uma narrativa da diáspora em diálogo com o feminismo negro. 2021. 112 f. Dissertação (Programa de Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/267
Data de defesa: 23-Jun-2021
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Completa.pdfTexto Completo1,21 MBAdobe PDFDownload/Open Preview
Termo de Publicação.pdf900,45 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.