???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/77
Tipo do documento: Dissertação
Título: Do oral para o escrito: a retextualização com alunos do 7º ano
Título(s) alternativo(s): From oral to written, the retextualization with 7th graders
Autor: Carvalho, Isabel Maria Soares da Costa
Primeiro orientador: Lopes, Iveuta de Abreu
Resumo: Este estudo tem como objetivo geral examinar o processo de textualização do gênero relato oral e de retextualização desse gênero para o escrito, a partir dos relatos orais de alunos do 7º ano, em contextos de ensino. Especificamente procuramos identificar nos textos orais dos alunos os elementos linguísticos e não linguísticos, característicos da oralidade; os elementos linguísticos, característicos da modalidade escrita da língua; as estratégias de retextualização por eles empregadas ao retextualizar do oral para o escrito e, ainda, analisar comparativamente os aspectos implicados no processo de retextualização texto-autor e texto-não autor. Estabelecidos os objetivos específicos, norteamos a pesquisa pelas seguintes perguntas: que elementos linguísticos e não linguísticos característicos da oralidade o aluno utiliza na produção de textos orais?; na retextualização do oral da língua para o escrito, o aluno atenta para os aspectos linguístico-textuais característicos da língua escrita?;que estratégias de adequação da língua à modalidade escrita são utilizadas pelo aluno ao retextualizar do oral para o escrito e qual a relação entre retextualizador-autor do texto base e retextualizador não autor do texto base na retextualização do oral para o escrito? Visando à confirmação ou não das asserções de que, na produção de textos orais, o aluno utiliza os elementos linguísticos e não linguísticos característicos da oralidade; ao proceder à retextualização do oral para o escrito, o aluno atenta para os aspectos linguístico-textuais característicos da língua escrita; ao retextualizar do oral para o escrito, o aluno utiliza estratégias de adequação da língua à modalidade escrita; e ao retextualizar, o autor do texto- base efetua mais alterações no texto base do que o retextualizador não autor, tomamos como base o Modelo das operações textuais-discursivas na passagem do texto oral para o texto escrito, proposto por Marcuschi. Os principais autores, nos quais se baseia a fundamentação teórica do trabalho são Bakhtin (1997), Bronckart (2012), Marcuschi (2008), Marcuschi (2010), Dell’Isola (2007) Geraldi (2006), Schhneuwly e Dolz (2004). Adotamos para o encaminhamento da pesquisa a abordagem qualitativa. Os dados foram coletados a partir do contato direto da pesquisadora com os sujeitos envolvidos. Definimos como categorias de análise o texto oral, o texto escrito, as estratégias de retextualização adaptadas do modelo de Marcuschi e o confronto entre as retextualizações na relação autor- retextualizador e não autor-retextualizador. Os resultados encontrados a partir da análise dos dados apontam para a necessidade de uma proposta de intervenção, visando amenizar as dificuldades apresentadas pelos alunos no uso da linguagem oral e escrita.
Abstract: The general objective of this study is to examine the textualizing process of the oral report genre and its retextualizing for written, from oral reports of 7th graders of elementary school in teaching contexts. Specifically we aimed to identify characteristic linguistic and non-linguistic elements of orality in the oral texts of the students; the characteristic linguistic elements of the written mode of language; the strategies of retextualizing they employed while converting from oral to written and also analyze comparatively the aspects involved in the process of retextualizing performed at author-text and not the author-text productions. After established specific objectives, the research is guided by the following questions: Which characteristic linguistic and non-linguistic elements of orality do the students utilize in the production of oral texts?; while retextualizing from oral language to written, does the student considers the linguistic and textual aspects pertaining to written language?; which adaptation strategies do the students utilize to retextualize from oral to written language mode and what the relation between the retextualizing performed by not the author and the author of the original text at the process of converting from oral to written? In this study expects to validate or not the assertions that, in the production of oral texts, the student uses characteristic linguistic and non-linguistic elements of orality; when retextualizing from oral to written, the student considers the linguistic and textual aspects pertaining to written language; during the retextualizing from oral to writing, the students utilize language adaptation strategies to written mode; and while retextualizing, the author of the original text performs more changes to the original text than not the author one, we take as basis the model of textual-discursive operations in the conversion of the oral text to written text, proposed by Marcuschi. The main authors, in which are based the theoretical foundations of the research are Bakhtin (1997), Bronckart (2012), Marcuschi (2008), Marcuschi (2010), Dell'Isola (2007) Geraldi (2006), Schhneuwly and Dolz (2004). We adopted for the progress of the research the qualitative approach. Data were collected from the direct contact of the researcher with the subjects involved. We have defined as categories of analysis the oral text, written text, retextualizing strategies adapted from Marcuschi model and the confrontation between the retextualizing performed by the author of the original text and not the author one. The results from the analysis of the data indicate the need for a proposal of intervention, aimed at diminishing the difficulties presented by the students in the use of oral and written language.
Palavras-chave: Retextualização
Texto
Língua Oral
Língua Escrita
Ensino
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Letras
Citação: CARVALHO, Isabel Maria Soares da Costa. Do oral para o escrito: a retextualização com alunos do 7º ano. 2015. 140 f. Dissertação (Programa de Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/77
Data de defesa: 6-Aug-2015
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Completa1,43 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons