???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/339
Tipo do documento: Dissertação
Título: Entre a opressão e a resistência: a construção da personagem Sherezade em Vozes do deserto, de Nélida Piñon
Autor: Silva, Jéssica Maria Cruz
Primeiro orientador: Lopes, Maria Suely de Oliveira
Primeiro membro da banca: Lopes, Maria Suely de Oliveira
Segundo membro da banca: Lopes, Sebastião Alves Teixeira
Terceiro membro da banca: Silva, Ruan Nunes
Resumo: O romance Vozes do deserto, de Nélida Piñon (2004), foi construído em torno de Scherezade, retomada do Livro das mil e uma noites e apresentada como a audaz heroína que consegue salvar a si e às demais jovens de Bagdá do castigo da morte decretado pelo Califa. O objetivo deste estudo consiste em analisar a personagem Scherezade, considerando os limites da opressão e resistência, no contexto das representações femininas. E, de modo específico, examinar a articulação entre a Šahrāzād do Livro das mil e uma noites e a Scherezade de Vozes do deserto; descrever a condição da mulher na sociedade árabe-muçulmana; e investigar o comportamento transgressor de Scherezade, que a desloca para um espaço contemporâneo de resistência. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica qualitativa, cujo escopo foi dividido em quatro seções. Na primeira, situou-se, no cenário da literatura, a escritora Nélida Piñon, cuja produção ocupa com vivacidade o universo literário. Na segunda, foram examinados os pontos intertextuais entre o clássico árabe e o romance brasileiro, com base nos aportes teóricos de Genette (2006), Kristeva (2005), Hutcheon (1985), dentre outros. Na terceira seção, fez-se o levantamento de fontes historiográficas acerca da civilização árabe e da religião islâmica, baseado nos estudos de Hourani (2007), Demant (2013), Bouhdiba (2006), Armstrong (2001), Saadawi (2002), além de passagens do Alcorão (2004), que tratam do corpo feminino. Por fim, investigou-se o protagonismo de Scherezade na (re)leitura de Piñon (2004), de acordo com os fundamentos da Crítica Feminista teorizados por Hollanda (1994), Queiroz (1997), Showalter (1994), Lauretis (1994), Zolin (2009). Em linhas gerais, a personagem Scherezade revela capacidades para fomentar mudanças plausíveis no contexto em que está inserida, ao transgredir imposições sociais à mulher, como o casamento e a maternidade, em prol de sua liberdade, independência e reconhecimento como sujeito da história.
Abstract: The novel Vozes do deserto, by Nélida Piñon (2004), was built around Scherezade, taken from the Book of the Thousand and One Nights and presented as the audacious heroine who manages to save herself and the other young women of Baghdad from the punishment of death decreed by the Caliph. The objective of this study is to analyze the character Scherezade, considering the limits of oppression and resistance, in the context of female representations. And specifically, examine the articulation between the Šahrāzād of the Book of the Thousand and One Nights and the Scherezade of Vozes do deserto; describe the condition of women in Arab-Muslim society; and to investigate Scherezade's transgressive behavior, which moves her to a contemporary space of resistance. This is qualitative bibliographic research, whose scope was divided into four sections. In the first one, the writer Nélida Piñon, whose production occupies the literary universe with vivacity, was situated in the literary scene. In the second, the intertextual points between the Arabic classic and the Brazilian novel were examined, based on the theoretical contributions of Genette (2006), Kristeva (2005), Hutcheon (1985), among others. In the third section, a survey of historiographical sources about the Arab civilization and the Islamic religion was carried out, based on the studies of Hourani (2007), Demant (2013), Bouhdiba (2006), Armstrong (2001), Saadawi (2002), in addition to passages from the Qur'an (2004), which deal with the female body. Finally, the role of Scherezade in the (re)reading of Piñon (2004) was investigated, according to the foundations of Feminist Criticism theorized by Hollanda (1994), Queiroz (1997), Showalter (1994), Lauretis (1994), and Zolin (2009). In general terms, the character Scherezade reveals abilities to promote plausible changes in the context in which she is inserted, by transgressing social impositions on women, such as marriage and motherhood, in favor of her freedom, independence and recognition as a subject of history.
Palavras-chave: Nélida Piñon
Vozes do deserto
Scherezade
Livros das mil e uma noites
Mulher árabe-muçulmana
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Piauí
Sigla da instituição: UESPI
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Mestrado Acadêmico em Letras
Citação: Silva, Jéssica Maria Cruz. Entre a opressão e a resistência: a construção da personagem Sherezade em Vozes do deserto, de Nélida Piñon. 2022. 110 f. Dissertação (Programa de Mestrado Acadêmico em Letras) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/339
Data de defesa: 28-Mar-2022
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Completa.pdfDissertação Completa892,34 kBAdobe PDFDownload/Open Preview
Termo de PublicaçãoAutorização_Publicação Digital259,33 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.